Indicados do 2° semestre de 2014 ao 4° Prêmio Questão de Crítica

8 de fevereiro de 2015 admin Indicados, Prêmio Tags: 0 Comentários

CATEGORIA ESPECIAL

1º semestre

Bruce Gomlevsky pelas escolhas dramatúrgicas com a Cia Teatro Esplendor

Cia PeQuod pela pesquisa de movimento para a peça Peh Quod Deux

Heloísa Lyra de Bulcão pela pesquisa publicada no livro Luiz Carlos Ripper – Para além da cenografia.

2º semestre

APTR pela realização da Campanha Teatro Para Todos

Carolina Virgüez pelas traduções das peças publicadas no livro Teatro Contemporáneo Brasileño

Lenise Pinheiro pelo livro Teatro Oficina

Indicados ao 2º Prêmio Yan Michalski

22 de janeiro de 2015 admin Indicados Tags:, 0 Comentários

 

Categoria Especial

Luna Jatobá, da UFRJ, pela cenografia e pesquisa de ocupação de espaço por Panidrom, da UFRJ

José Ricardo Neto e João Werneck, da Unirio, pela trilha e arte sonora de Rinocerontes, da UFRJ

Uirá Clemente, da UFRJ, pela direção de arte de Afeta-me agora ou desaparecerei com o tempo, da UFRJ

 

Categoria Ator

Bruno Tasca por Noises Off, da CAL – Casa das Artes de Laranjeiras

Davi Palmeira por Rinocerontes, da UFRJ

João Rafael Schuler por Escuroclaro, da Faculdade CAL de Artes Cênicas

 

Categoria Atriz

Julia Tavares por Noises Off, da CAL – Casa das Artes de Laranjeiras

Laura Mollica por Yerma, da CAL – Casa das Artes de Laranjeiras

 

Categoria Direção

Julia Gorman por Afeta-me agora ou desaparecerei com o tempo, da UFRJ

João Pedro Orban por Panidrom, da UFRJ

Luiza Rangel por Rinocerontes, da UFRJ

 

Categoria espetáculo

Afeta-me agora ou desaparecerei com o tempo, da UFRJ

Yerma, da CAL – Casa das Artes de Laranjeiras

Panidrom, da UFRJ

 

OBS: Concorrem espetáculos de formatura realizados em 2014 em faculdades e cursos de formação profissional em Artes Cênicas. Alunos de outros cursos de artes que integram a ficha técnica dos espetáculos podem concorrer nas categorias individuais. Professores, diretores convidados, outros profissionais que colaborem com a montagem e alunos formados não concorrem.

A premiação vai ser realizada na segunda semana de abril de 2015.

Comissão julgadora: Andrea Santiago, Dâmaris Grün, Daniele Avila Small, Renan Ji e Ricardo Libertini.

Coordenação geral: Dâmaris Grün e Daniele Avila Small.

Indicados do 1º semestre de 2014 ao 4º Prêmio Questão de Crítica

12 de julho de 2014 admin Indicados Tags: 0 Comentários

CATEGORIA ESPECIAL

Bruce Gomlevsky pelas escolhas dramatúrgicas com a Cia Teatro Esplendor

Cia PeQuod pela pesquisa de movimento para a peça Peh Quod Deux

Heloísa Lyra de Bulcão pela pesquisa publicada no livro Luiz Carlos Ripper – Para além da cenografia.

 

CENOGRAFIA

André Cortez por Contrações

J. C. Serroni por Sacco e Vanzetti

Laura Vinci por O duelo

Os premiados | 3º Prêmio Questão de Crítica

19 de fevereiro de 2014 admin Premiados, Prêmio Tags:, 0 Comentários

1º Prêmio Yan Michalski 

ATOR – Phellipe Azevedo, aluno da UNRIO, por O último Godot (montagem da UNIRIO)

ATRIZ – Luiza Maldonado, aluna do Centro Universitário da Cidade, por Senhora dos afogados (montagem da UFRJ)

DIREÇÃO – Victor Brennand por As criadas (UNIRIO)

ESPETÁCULO – Os miseráveis (UFRJ)

ESPECIAL – Elsa Romero e Isadora Petrauskas pela cenografia do espetáculo Dentro da própria casa (UNIRIO)

 

3º Prêmio Questão de Crítica

CATEGORIA ESPECIAL – Celina Sodré pela realização do Grupão Grotowski

CENOGRAFIA – Aurora dos Campos por Conselho de classe

DIREÇÃO MUSICAL / TRILHA SONORA ORIGINAL – Ernani Maletta por Os gigantes da montanha

FIGURINO – Juliana Galdino por Peep Classic Ésquilo

Os indicados ao 3º Prêmio Questão de Crítica

14 de janeiro de 2014 admin Prêmio Tags: 1 Comentário

CATEGORIA ESPECIAL

1º semestre
José Dias pelo livro Teatros do Rio – do século XVIII ao século XX
Lidia Kosovski pela exposição A mão livre de Luiz Carlos Ripper
Ocupações da Rede Municipal de Teatros do Rio pelo Festival Dois Pontos
2º semestre
Aderbal Freire-Filho pela dedicação continuada à SBAT – Sociedade Brasileira de Autores Teatrais
Celina Sodré pela realização do Grupão Grotowski

Indicados ao 1º Prêmio Yan Michalski

23 de dezembro de 2013 admin Prêmio 4 Comentários

Concorreram ao 1º Prêmio Yan Michalski para o Teatro em Formação os espetáculos de formatura de faculdades e escolas profissionalizantes que estrearam em 2013.

ATOR
Phellipe Azevedo, aluno da UNRIO, por O último Godot (montagem da UNIRIO)
Leo Bahia, aluno da UNIRIO, por Os miseráveis (montagem da UFRJ)

ATRIZ
Elis Negrão, aluna da UNRIO, por As criadas (montagem da UNIRIO)
Elisa Caldeira, aluna da CAL, por Presas (montagem da CAL)
Luiza Maldonado, aluna do Centro Universitário da Cidade, por Senhora dos afogados (montagem da UFRJ)

DIREÇÃO
Alice Assef por Senhora dos afogados (UFRJ)
Pedro Rothe por Os miseráveis (UFRJ)
Victor Brennand por As criadas (UNIRIO)

ESPETÁCULO
Os miseráveis (UFRJ)
As criadas (UNIRIO)
Senhora dos afogados (UFRJ)

ESPECIAL
Elsa Romero e Isadora Petrauskas pela cenografia do espetáculo Dentro da própria casa (UNIRIO)
Edvan Moraes pela direção musical e regência do espetáculo Os miseráveis (UFRJ)
Elenco do espetáculo Um instante que desapareceu (Escola de Teatro Martins Pena): Anna Fernanda, Gabriela Araújo, Irene Dorte, João Raphael Alves, Marcos Leandro, Michele Bohrer, Natalia Mikeliunas, Simone Guimarães e Viviane Miranda

 

A premiação será realizada junto com o 3º Prêmio Questão de Crítica, em fevereiro de 2014.

 

Coordenação geral: Dâmaris Gün e Daniele Avila Small
Comissão julgadora: Andrea Santiago, Andréia Gomury, Dâmaris Grün, Mariana Barcelos, Raphael Cassou e Renan Ji.

 

Andrea Santiago é atriz formada pela CAL e bacharel em Teoria do Teatro pela UNIRIO.

Andréia Gomury é formada em Letras pela UERJ e cursa Teoria do Teatro na UNIRIO.

Dâmaris Grün é atriz formada em Teoria do Teatro na UNIRIO e faz a coordenação geral do Prêmio Yan Michalski para o Teatro em Formação.

Daniele Avila Small é mestra em História Social da Cultura pela PUC e bacharel em Teoria do Teatro pela UNIRIO.

Mariana Barcelos é atriz, estudante de Artes Cênicas – bacharelado com habilitação em Teoria do Teatro pela UNIRIO, e graduanda em Ciências Sociais da UFRJ.

Raphael Cassou é ator, iluminador e graduando em Teoria do Teatro pela UNIRIO.

Renan Ji é formado em Letras pela UERJ e doutorando em Letras pela UFF.

2º Prêmio Questão de Crítica

14 de março de 2013 admin Prêmio

Cinco anos se passaram desde que publicamos a primeira edição da Questão de Crítica, em março de 2008, e a cada esforço de continuidade e renovação ganhamos mais fôlego. Em 2010, decidimos criar o Prêmio Questão de Crítica para provocar uma aproximação maior entre os colaboradores da revista, com encontros e conversas sobre as peças às quais assistimos no dia a dia do ininterrupto cenário teatral carioca. O Prêmio acabou nos aproximando mais dos artistas, que passaram a conhecer melhor o nosso trabalho.

Em parceria com o Sesc

14 de março de 2013 admin Prêmio

Há dez anos nascia o Espaço Sesc tendo como proposta ser uma plataforma para troca de informações e experimentações nas diversas linguagens artísticas. Inicialmente com a interlocução generosa e instigante de Bianca Ramoneda e Luis Melo, a equipe do Espaço Sesc foi construindo um perfil de atuação que, ao estimular a produção artístico-cultural comprometida com a qualidade e com a ação transformadora, traduzia a missão do Sesc como uma instituição social.

Nossa primeira preocupação foi estabelecer a unidade como um espaço para diálogos. Diálogos internos e externos. Diálogos artísticos e multidisciplinares. Viabilizar-se como um espaço para encontros originais, interessantes e ousados. E desta forma, estar presente e contribuir para os processos de criação, produção e difusão do produto cultural.

Desse posto privilegiado observamos, participamos e contribuímos para o surgimento de artistas, propostas e principalmente de novas formas de criação e produção. Há um protagonismo no fazer cultural impensável dez anos atrás. Artistas se unem, se organizam em coletivos, que se reagrupam em novos coletivos. Os artistas são investidos de poderes criativos a partir dessas associações inéditas e de formas de produção revisitadas e reinventadas. Os equipamentos culturais públicos lentamente são reprocessados pela participação de gestores/artistas. Iniciativas particulares bem sucedidas na criação de novos espaços dedicados à arte mostram que há uma nova escala de valores no mercado. Hoje, apesar de todas as dificuldades, os agentes culturais sabem que seu produto não é uma commodity. Pelo contrário, o produto artístico-cultural é intangível, autoral, único e obedece a regras próprias.

Nesse território do livre pensar, o projeto Questão de Crítica, lançado em 2008, foi uma alternativa de arejamento admirável. Trata-se de uma revista eletrônica de críticas e estudos teatrais realizada por um grupo de pessoas que se gostam, que se reúne para conversar sobre o que amam. Ou melhor, um grupo de pessoas que ama teatro, que frequenta teatro, que conversa sobre o que assistiu e, mais ainda, que escreve, num espaço virtual, sobre a cena teatral. Como cada uma dessas pessoas tem amigos – e esses amigos, outros amigos, e grande parte deles amante das artes cênicas – o que era uma conversa inteligente sobre o teatro, passa a ser uma importante referência para troca de ideias num espaço de livre acesso.

Reinventar modelos, repensar formas de agir no mundo e encontrar as ligações necessárias para encontros transformadores é uma atitude fundamental no mundo contemporâneo. O encontro do Espaço Sesc 10 Anos com o Questão de Crítica 5 Anos surge dessa convergência de valores em três iniciativas: acolhendo o Prêmio Questão de Crítica em suas instalações; incorporando uma série de oficinas e palestras em sua programação; tendo técnicos do Sesc participando das conversas críticas em torna da programação teatral do Rio de Janeiro.

Estamos certos de que essa parceria será produtiva e enriquecedora para todos!

 

Bia Radunsky

Gerente – Espaço Sesc

 

Acompanhe

Questão de Crítica

A Questão de Crítica – Revista eletrônica de críticas e estudos teatrais – foi lançada no Rio de Janeiro em março de 2008 como um espaço de reflexão sobre as artes cênicas que tem por objetivo colocar em prática o exercício da crítica. Atualmente com quatro edições por ano, a Questão de Crítica se apresenta como um mecanismo de fomento à discussão teórica sobre teatro e como um lugar de intercâmbio entre artistas e espectadores, proporcionando uma convivência de ideias num espaço de livre acesso.